Inovação, Tecnologia

&

Networking

Primeiro DIA DO BETÃO em Portugal

Lisboa, 2 junho 2016

 

"Sabíamos que íamos preencher uma lacuna, mas estávamos longe de imaginar esta excelente aceitação. É como se toda a indústria de betão estivesse à espera do nosso Dia do Betão. A participação de 150 pessoas superou largamente as nossas expectativas"

disse João Duarte no fim do evento a 2 de junho em Lisboa. O Diretor Executivo da APEB tinha organizado este novo evento anual para "oferecer uma plataforma de diálogo aos profissionais a nível nacional. Queríamos estimular o networking e, ao mesmo tempo, inspirar com apresentações sobre as últimas inovações e tecnologias. O Dia do Betão é um contributo da APEB para dinamizar a indústria do betão pronto."

O conceito integrou apresentações de especialistas nacionais e internacionais, assim como uma exposição onde se apresentaram as empresas Betão Liz, Chryso, Euromodal, Fisipe e Unibetão. O tema em destaque foi o aumento do peso dos veículos de quatro eixos, aprovado há pouco na Áustria e relevante também para o mercado português. Esse assunto foi abordado por Thomas Hoffmann, da Associação Alemã da Indústria do Betão Pronto. Tal como a APEB em Portugal, a associação alemã está a defender esta alteração legislativa na Alemanha. Outro convidado internacional foi Hans-Heinrich Reuter, Diretor de Vendas da Testing, empresa líder alemã em sistemas de ensaio. A APEB ousou ainda explorar outros caminhos e incluiu no primeiro Dia do Betão o workshop Comunicação de Alta Performance. O objetivo das oradoras Silke Buss e Andreia Félix da BUSS Comunicação foi sensibilizar os presentes para uma linguagem mais consciente, proativa e focada.

O betão não é só cinzento. Ricardo Ribeiro, da Unibetão, mostrou casos práticos de aplicação de betões arquitectónicos. Quanto à variedade das soluções, parece não haver limites: há betões brancos, coloridos, desativados, drenantes, impressos e de areia. José Carlos Marques, da Betão Liz, destacou o betão de baixa retração na sua apresentação sobre a reabilitação da Ponte Edgar Cardoso na Figueira da Foz.

Dois oradores dedicaram-se à normalização. Arlindo Gonçalves, do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) apresentou as propostas de alteração da especificação LNEC E 464. Manuel Valadas Pinho, da Empresa Internacional de Cerfificação (EIC), abordou a relação ambígua entre a gestão da qualidade e a gestão de risco. Serão incompatíveis ou complementares?

A sustentabilidade é outro desafio. "Temos de ser capazes de satisfazer as necessidades presentes, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprir as suas próprias necessidades", sublinhou António Mesquita da Cimpor no seu discurso sobre betão sustentável.

 

 

João Ghira
Presidente da APEB
Conselheiro Económico da Embaixada da Alemanha
Matthias Fischer

João Ghira, Presidente da APEB, em conversa com Matthias Fischer, Conselheiro Económico da Embaixada da Alemanha

Associação Alemã da Indústria do Betão Pronto - BTB
Thomas Hoffmann
Hans-Heinrich Reuter
Testing
BUSS Comunicação
Silke Buss e Andreia Félix
Laboratório Nacional de Engenharia Civil - LNEC
Arlindo Gonçalves
Empresa Internacional de Certificação - EIC
Manuel Valadas Pinho
Cimpor
António Mesquita
Betão Liz
José Carlos Marques
Unibetão
Ricardo Ribeiro
António Mesquita, João Duarte e Arlindo Gonçalves
- Debate -
Director Executivo da APEB
João Duarte

Momento de descontração no início da
comunicação de António Mesquita

Área de exposição e convívio com
Stefan Seibel da Fisipe em primeiro plano
Área de exposição - Diogo Araújo (Euromodal),
Thomas Hoffmann (BTB) e Hans-Heinrich Reuter (Testing)
previous arrow
next arrow
Slider

APRESENTAÇÕES

Pode fazer o download dos diapositivos utilizados pelos oradores clicando no respectivo título.

Increasing the total weight of 4-axles vehicles: Ecological and economic benefits

Thomas Hoffmann - Associação Alemã da Indústria do Betão Pronto

Testing fiber reinforced concrete

Hans-Heinrich Reuter - Testing

Comunicação de alta performance

Silke Buss - Buss Comunicação

A especificação LNEC E 464:2016 – O que muda?

Arlindo Gonçalves - LNEC

Gestão do Risco e a ISO 9001:2015

Manuel Valadas Pinho - EIC

Sustentabilidade do Betão: Outro valor

António Mesquita - Cimpor

Betão Pronto: Soluções diferenciadas

Ricardo Ribeiro - Unibetão

Betão de baixa retracção para a reabilitação da ponte Edgar Cardoso

José Carlos Marques - Betão Liz